uma missa na Igreja inundada de água

Apesar das inundações, os fiéis de Sitio Pariahan, em Bulacan (Filipinas), não perdem a oportunidade de participar da Missa e vão ao encontro de Jesus Eucaristia em barcos, na qual poderia ser uma das últimas celebrações na igreja Santa Cruz, pois o terreno no qual está será parte do novo aeroporto da cidade.

Embedded video

Sitio Pariahan é uma cidade na Baía de Manila, que fica constantemente inundada desde os anos 90, devido ao aumento do nível do mar, os tufões e a decisão do Governo de permitir o bombeamento de água subterrâneo para abastecer as famílias que moram na cidade.

Segundo os meios de comunicação locais, moram aproximadamente 30 famílias em Pariahan que vivem da pesca artesanal.

Em 9 de maio, os fiéis compareceram à Missa para a celebração da festa de sua cidade, na qual poderia ser uma das últimas liturgias ocorridas na igreja Santa Cruz, devido à construção do novo aeroporto internacional de Manila neste área inundada.

Nas suas redes sociais, o Pe. Garcia agradeceu a todos os fiéis que compartilharam o vídeo da Missa e recebeu com alegria as mensagens de apoio a dessa comunidade que vive sua fé apesar das adversidades.

Os “’verdadeiros amigos’ são aqueles que nos fortalecem com orações, nos abençoam com amor e nos animam com esperança”, indicou o sacerdote.

FONTE: ACIDIGITAL

_________________________________________

ATENÇÃO: NOTICIA ABAIXO É DE 16 DE JANEIRO DE 2016

Filipinas: “Nenhum desastre pode obstaculizar a fé a a confiança dos católicos”

  12392003_10153360448951849_7379397233984681338_n

No dezembro passado, as Filipinas sofreram um tufão devastador que deixou muitas áreas alagadas. Não por isso os atos religiosos foram suspensos nas igrejas nas quais se dirigiram pontualmente os paroquianos mesmo que a água alagasse os templos.

Isso é o que aconteceu na capela de São Roque, em Iscundo, Filipinas, durante a tradicional novena antes do Natal. Ali, o tufão não conseguiu parar a celebração da Missa, apesar de que a água chegasse aos fiéis e ao sacerdote na altura dos joelhos. O seminarista Fiel Louie Narciso Pareja, estudante do primeiro ano no seminário Mãe do Bom Conselho da Arquidiocese de São Fernando, na província de Pampanga, estava assistindo ao pároco naquela celebração e relata para Alfa e Ômega o ocorrido:

“Filipinas sofreu outro tufão antes de terminar o ano. Tiramos fotos da Capela de São Roque de Iscundo na província de Pampanga. Foi no sexto dia da novena da Missa do Galo, ou como chamamos, Simbang Gabi. Esta novena está profundamente enraizada no coração dos filipinos e se converteu em tradição. Desde o Vaticano nos fo concedida uma liturgia especial para essa celebração “.

“Ninguém pode nos separar do amor de Deus”

“Apesar da forte tufão, as inundações e o fluxo ascendente do rio Pampanga (um dos maiores rios do Filipinas) os fiéis insistiram em continuar com as Eucaristias da novena. Nenhum tufão ou desastre pode obstacular a fé e a confiança dos católicos filipinos. O religioso que distribuia a comunhão e que aparece nas fotos é o Padre Eisen Juan Cruz, sacerdote diocesano na Arquidiocese de São Fernando Pampanga. Estava sendo assistido por três seminaristas: Rey Nikolai Viray, Gerald Daquiz e eu mesmo.

Os fiéis da localidade conseguiram terminar a novena com segurança, com uma fé firme e uma grande devoção. As fotos que circulam na mídia social tornou-se viral. Isso demostra que nada nos pode separar do amor de Deus, como disse o apóstolo Paulo em uma de suas Cartas. Nossa igreja é uma igreja missionária onde quer que sejamos enviados”.

Alicia Gómez-Monedero/Juan Luis Vázquez Díaz-Mayordomo

10273720_10153360448881849_1612588201927948085_n12391430_10153360448911849_7683466511104475001_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *